quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Universo sem Fim



Dentro de mim habita um universo sem fim,
onde os oceanos são formados por lágrimas,
os desertos foram recriados por traumas
e os desfalques são rastros de muitas almas. 
Dentro de mim existem mistérios indispensáveis, 
segredos nunca revelados e medos despedaçados
por tempos entrelaçados entre o mundo e eu.
Dentro de mim há uma força interminável,
um desejo louco e despudorado,
uma vontade incontrolável 
de engolir a vida num só gole.
Dentro de mim moram lembranças, esperanças
e uma criança que nunca me abandona.
Um amor puro e um jeito sacana,
uma lado imaturo e uma visão bacana
do que foi explorado e do que jamais foi alcançado.
Dentro de mim revelam-se intrigadas,
comportam-se várias mulheres
e personalidades oscilantes entre
o nada e o que é marcante.
Dentro de mim são palavras, versos, líricos, sonhos,
composições, ações intimas, atividades expostas,
porque sem respostas e novas apostas. 
Dentro de mim é assim, um universo sem fim.


quinta-feira, 17 de novembro de 2011



Tem dias...
que os pássaros não sabem 
para que lhes servem as asas, 
que os peixes não entendem 
porque eles não respiram fora da água, 
que as abelhas não compreendem 
o para que produzir tanto mel 
e nós seres humanos ficamos 
literalmente em algum lugar 
entre a terra e o céu. 

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Falando dos outros...


Certas pessoas passam em nossas vidas 
e têm de nos relembrar da onde 
e quando elas estiveram por lá. 
Outras deixam rastros da lembranças.
Algumas fincam bandeiras em nossas estórias, 
como os astronautas 
que inesquecivelmente estiveram na lua,
sonham com ela até hoje, 
mas jamais iram regressar.
E existem aquelas que dominam tudo
e passam a ser parte do nosso tempo,
dos nossos sonhos e de uma longa jornada.
Ninguém passa por nada,
há sempre um motivo implícito,
um resgate convicto, 
ou uma mensagem sutil, 
nos diversos caminhos apresentados
no decorrer da nossa própria estrada.