quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Recado de Mulher



E eu continuo a afirmar, 
que quando o homem 
está desesperado,
acuado ou devendo, 
chorando pelos quatro cantos; 
é a hora de tiramos a listinha longa da gaveta,
a colagem dos sonhos da caixinha 
e colocarmos tudo intacto 
em cima do travesseiro deles. 
Um caminho para expandir consciência 
e baixar a poeira; 
é claro que depois de voltarmos da festinha 
sem hora e sem endereço 
com as amigas de fé. 
Malandro que é malandro, 
têm que saber até aonde 
o pinico da pé;
deixo aqui meu
recado de mulher.

domingo, 23 de outubro de 2011

Nos reflexos do meu Coração



"Desculpe a minha sinceridade, 
mas eu sou do tipo de mulher 
que toda vez que engulo um sapo, 
não me intimido 
de enfiar um porco espinho 
na goela abaixo de ninguém.
Nasci com coragem. 
Não estou aqui para ser santa, 
faço o bem por opção, 
sigo nos reflexos do meu coração. 
As vezes é difícil controlar a emoção! 
Respeitando a minha evolução, 
não me aponte não irmão".

(Sabrina Mata)   

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Flores na Sala



Me ofereceram dois mundos
e eu só queria um.
Aquele com flores na sala,
pingüim em cima da geladeira,
almocinhos em casa,
tardes inesquecíveis
e beijos de puro desejo.
O que eu almejava era simples
e voava por asa própria,
não precisava de hélice,
fotos artificiais,
amizades intencionais
e sorrisos políticos.
Era apenas amor de quarto,
cumplicidade a dois
e fantasias sem pudores
e sem limites afetivos.
Um mundo só, 
composto por nós e
alguns nossos de verdade.
Eu, você e a felicidade
dos nossos olhos.