terça-feira, 31 de maio de 2011

Simples Chamado


Por mais que a gente aprenda
tanta coisa sobre o amor,
ele é um simples chamado.
Um vento que chega como brisa
e leva a gente para longe.
Transforma, de forma sutil.
Nunca mais se é igual, unilateral.
O amor é como pincel,
faz arte dentro da gente
e pinta um quadro diferente,
em cores vivas e expressivas.
Faz o pão de mel ter sabor
de profiteroles e a lua
parecer mais iluminada.
O amor é capaz de fazer
a vista da nossa varanda
ser a mais bela e um
dia a dois ser inesquecível.
Faz rede virar cama,
a imaginação ter asas em chamas
e o sorriso ter um gosto bacana.
Torna o ser humano sensível,
apreensível e leve.
Todo mundo almeja,
mas poucos reconhecem,
porque se esquecem
de ouvir a voz da alma
e deixar a alquimia
adaptar as estações
desprendidas de razões.
Um momento abençoado,  
apenas um simples chamado.


sábado, 28 de maio de 2011

Não nasci para ser Presa



Depois que você fechar a porta,
pode destrancar seu coração,
esquecer de pedir permissão
e seguir sozinho na sua missão.
Não tenho medo da solidão,
fui fundo no prazer e na emoção,
mas não posso te oferecer
mais do que o calor do meu colchão.
Você ficou chato quando me cobrou,
sentimentos e porta-retratos, 
o comprometimento
não fazia parte do nosso trato.
Vai na certeza, de que perdeu 
uma boa mesa, beijos quentes,
vinhos finos e amor de sobremesa.
Na minha casa, acabou sua realeza
e continuou a reinar as minhas vontades,
intensidades e cruel beleza. 
Desculpa... não nasci para ser presa,
vivo livre e de surpresas.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

BOA PESSOA


Se você dormiu bem 
se você comeu bem 
se você quer o bem 
de uma boa pessoa; 

Nessas manhãs de frio 
quando a geada pinta a grama 
e o azul do céu, é de uma beleza que caçoa; 

Quando o nada te faria tirar o pijama 
não fosse o vento que vai lá fora 
é a voz do teu amor que chama agora 

E você vem ... 

Laraiá, laraiá, laraiá.



A Banda mais bonita da Cidade

domingo, 22 de maio de 2011

Alegrias Transparentes



Conforme novos tempos
se aproximam,
conseguimos enxergar paisagens
mais claras,
ver o céu com azul
mais intenso,
amigos de reencontro
mais freqüentes,
músicas que despertam alguma coisa
na gente,
alegrias transparentes
e sentir a delicia de uma brisa
com uma sutileza
inocente.
A vida é assim,
um recomeçar
sem fim.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Caso Sério


Eu
Fico pensando em nós dois
Cada um na sua
Perdidos na cidade nua
Empapuçados de amor
Numa noite de verão
Ai! Que coisa boa
À meia-luz, à sós, à tôa...
Você e eu somos um
Caso Sério
Ao som de um bolero
Dose dupla
Românticos de Cuba
Libre!
Misto-quente
Sanduíche de gente....
Eu
Fico pensando em nós dois
Cada um na sua
Perdidos na cidade nua
Empapuçados de amor
Numa noite de verão
Ai! Que coisa boa
À meia-luz, à sós, à tôa...
Você e eu somos um
Caso Sério
Ao som de um bolero
Dose dupla
Românticos de Cuba
Libre!
Misto-quente
(Quente! Quente! Quente!)
Sanduíche de gente....
Você e eu somos um
Caso Sério
Ao som de um bolero
Dose dupla
Românticos de Cuba
Libre!
Misto-quente
(Quente!)
Sanduíche de gente....
(Composição : Rita Lee / Roberto de Carvalho)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Nossas Contas

Afinal de contas,
é justo ter mais direitos,
quem paga financeiramente
as contas?
Não sei bem disso não,
até porque do meu trabalho
não abro mão.
E se algum dia,
tiver que fazer jus
a casa, me garanto.
Caio de padrão, 
sem espanto.
Não sou mulher de viver,
chorando pelos quatro cantos.
Arregaço as mangas,
viro a pagina,
mudo o cenário
e faço questão de te tratar
que nem um otário.
Porque sei bem o meu papel,
cuido com amor e mel,
sou parceira e sou fiel.
Se alguém exaltou direitos,
teve que dissertar sobre deveres,
afazeres e prazeres.
Sendo assim,
acertamos as pontas
e estamos quites 
nas nossas contas.


sexta-feira, 6 de maio de 2011

Sou Guerreira


Eu quero acreditar em mim
independente do que os outros pensam
ou esperam ao me ver.
Eu quero ser a semente 
dos meus próprios frutos,
a força da vontade de dar certo
e a vitória dos meu combates pessoais.
Eu quero fazer diferença
no mundo, no país, no estado, no bairro
ou em casa; onde for 
serei a melhor de mim mesma.
Eu quero possibilitar,
dar chance, construir oportunidades
e acontecer na luta pela verdade.
Porque eu sou guerreira,
enfrento bem uma segunda-feira,
não tenho medo de falhar,
não preciso da aprovação de ninguém
e estou nessa vida para me aperfeiçoar. 
Disposta a servir, plantando o bem
desde sempre eu já sou alguém
e sigo em paz com minha consciência,
sem deixar passar nenhuma coincidência.
Minha estrada é longa,
mas não conto com amanhã,
pois prospero no hoje o futuro evolutivo
de uma passagem incerta e agradável, 
para aqueles que valorizam 
suas individuais descobertas.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

"Art in the Streets" - LA



"Respeite o movimento que se move com e para você".


domingo, 1 de maio de 2011

Sorvete Verde



Em tudo que é básico,
não me acho.
Do sorvete de pistache,
até a bota vermelha
e outras peças
de qualidade irreverente
é o que para mim
é atraente.
Meu mundo é diferente
em cores, formas
e gente complicada.
Acho que nasci
com pé na estrada
e sempre gostei
de experimentar
o que me parecia
estranho.
E quanto tudo 
se torna normal,
reconstruo um vendaval,
pois a repetição
me cansa
enquanto o eclético,
não fundamental
me lança.
Muita gente
não me alcança,
sou assim
desde criança.
E sigo
repintando
o amarelo
da parede,
degustando 
 o tal sorvete verde
sem contestar
a minha 
exótica
sede.