segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

O Dia em que Deus me abandonou... (III Parte)


Contato com o abstrato

na minha missão assinei esse trato.

Se a vida assim é um contrato,

que as claúsulas não me enganem,

que os meus atos sejam assegurados

por mim e pelos meus guias.

Que eu não me acorrente

em manias e ideologias.

E que seja feita a nossa vontade.

Por que o dia em que Deus me abandonou,

tive que acreditar no meu próprio poder

e me fazer Deus, ser.




2 comentários:

  1. Adorei o teu Blog também!!!!!
    Vou te dar o endereço de outro Blog que adoro e que vale a pena conhecer... e que por acaso é do meu irmão rsrs
    http://ulysses-ferraz.blogspot.com/ tenho certeza que vai gostar.
    Bjuxxx
    Ana (mãe do Mauá)

    ResponderExcluir

É muito bom compartilhar idéias e pensamentos com vocês.

Obrigada!