domingo, 7 de junho de 2009

Coisas de aprendiz...


Depois de percorrer uma estrada desconhecida,
com esperanças de criança, que anseia por pirulitos e castelos
atolei em areia movediça e estaguinada chorei.

As lágrimas eram tão puras,
que lavaram aquele limo barroso de erros irrepáraveis
e limparam o caminho para uma nova busca.
Então descobri que os bons também sofrem,
mas são abençoados mesmo que na lama.
Inusitadamente despertei com uma voz que me dizia:

"Uma força maior guia o universo,
e quem carrega amor sempre tem progresso.
Não tenha medo de atravessar a ponte.
Por mais que você se desaponte é na essência
que se encontra a nossa fonte;
Basta enxergar o mundo por um outro horizonte.
A vida prolifera e gira numa constante.
A chave da evolução é manter a vibração positiva,
mesmo nas dificuldades mais destrutivas.
Leve sua passagem de uma forma leve
e aperfeiçoe sua alma em todas as oportunidades falhas.
Tudo vai mudar, faça seu melhor."

E como num conto de fadas montei um cavalo alado
e sobrevoei a floresta até chegar ao lago.
Do reflexo da água vi uma linda moça,
que agora valente, mais do que nunca contente;
espalhava dizeres, como se fossem sementes.


4 comentários:

  1. Que lindo! Vou te acompanhar :-) Beijos da Re

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina...
    Lindas as tuas palavras.
    Quem espalha sementes garante a colheita... sábio isso!
    Vim retribuir a visita, lindo o teu cantinho.
    Parabéns.
    Voltarei mais vezes.
    Apareça quando quiser lá no meu blog, a casa tb é sua.
    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir

É muito bom compartilhar idéias e pensamentos com vocês.

Obrigada!